Um pouco sobre feminismo, machismo e família


08 janeiro 2015

🙅

Oi gente! Um assunto que vem sido bastante discutido hoje em dia é o feminismo vs machismo. E o que mais me impressiona é o fato de que algumas pessoas julgam o "feminismo" em um conceito totalmente errado do que ele realmente significa. 

O que o feminismo não é:

1. Uma seita malvada destinada a odiar gratuitamente todos os homens do planeta.

2. Um movimento contra a depilação e qualquer outra forma de higiene básica.

3. Um movimento contra ao fato das mulheres se arrumarem e se acharem bonitas.

4. Um bando de mal comidas querendo atenção.

5. Um caso recente.

6. Misantropia e dentre outros extremismos. (Se você não sabe o que é isso, pesquise mais. As pessoas tendem a confundir feminismo com femens e outros extremistas, e assim julgarem sem procurar saber o que de fato o termo significa.)


O que o feminismo é:

No dicionário:
1. Doutrina cujos preceitos indicam e defendem a igualdade de direitos entre mulheres e homens.
2. Movimento que combate a desigualdade de direitos entre mulheres e homens.
3. Ideologia que defende a igualdade, em todos os aspectos (social, político, econômico), entre homens e mulheres.
(Etm. do francês: féminisme)

1. Um movimento que acontece há MUITOS anos, não é modinha, não é provisório.

2. A luta pela igualdade entre os sexos. Não biologicamente falando, porque sim, nós temos corpos diferentes, e isso é bastante óbvio. Mas sim a igualdade social, política e etc. Homens e mulheres exercendo o mesmo papel de cidadão na sociedade, com os mesmos direitos, sem discriminações desnecessárias de que homens são mais merecedores de determinado trabalho que a mulher, por exemplo.

3. As feministas defendem que não é obrigação da mulher cuidar da casa, dos filhos e do marido. Isso é um dever que cabe ao casal, como um todo.

4. Um apoio ás vítimas de estupro, que ainda são frequentes. A culpa não é da mulher, e sim do agressor. Não importa se você estava com roupas curtas em um beco escuro, a vítima nunca é a culpada pelo crime. Ninguém é culpado por ser forçado a fazer sexo com outro indivíduo.

5. O feminismo defende que o corpo é da mulher. Se ela quiser pegar 50 na balada, ótimo. Se ela não quiser, ta ótimo também. A boca é de quem? O órgão sexual é de quem? Exatamente. Isso não dá o direito de elas serem taxadas de vadias, enquanto um homem que fica com 50 meninas na festa, é o POP da noite. Se é errado pra um, é errado pra todos. Se é certo pra um, é certo pra todos. 

6. O feminismo não é a favor do aborto, mas sim a favor da legalização de uma coisa que já ocorre diariamente (sim, essa estatística é comprovada, pesquise um pouco mais se quiser se aprofundar no assunto). Milhões de mulheres morrem em clínicas clandestinas por não ter dinheiro para abortar em um país onde a legalização já existe. "Mas se legalizar será pior! É um crime contra a vida!" Se o aborto fosse legalizado, teríamos clínicas com apoio não só físico, mas psicológico. Pesquisem um pouco mais sobre as clínicas nesses países onde a prática é realizada nos conformes. A mulher que quer abortar fará qualquer coisa para fazê-lo. Se falarem para ela comer um gato morto, que isso ajudará no processo, ela o fará. Dá pra entender? Tudo bem se você tem sua religião que não permite o aborto e tal. Mas legalizar não significa fazer. Legalizar significa poupar a vida dessas mulheres que morrem por tentar interromper uma gravidez completamente indesejada. Não é um crime contra a vida ser a favor. Não significa que você faria. Aprofundando um pouco mais nos "pró-vida". Bom, muitos mendigos de rua foram resultado de uma gravidez indesejada, já que vocês o amam e os consideram dádivas divinas, porque não leva para a casa esses seres humanos que um dia foram um feto ao invés de ignorarem completamente um ao ver pedindo esmola na rua?

Esses são apenas os principais tópicos defendidos. Se você quiser ver mais alguns, clique aqui.



Sobre o machismo

No dicionário:

1. Machismo
substantivo masculino
  1. 1.
    qualidade, ação ou modos de macho ('ser humano', 'valentão'); macheza.
  2. 2.
    infrm. exagerado senso de orgulho masculino; virilidade agressiva; macheza.

Mesmo achando que isso já fala por si só, tem mais algumas coisas.

1. A supervalorização das características masculinas físicas e culturais.

2. A opressão relativa ás mulheres, homossexuais, metrossexuais... Sim, machismo tem como conceito esse tópico. Recentemente ocorreram esses manifestos com cartazes do tipo "sou machista, defendo a minha família". Defender a família não é exaltar que o sexo masculino "tá no comando por aqui" e relacionados. 

3. Ajudar a mulher NÃO é machismo. Ser cavalheiro, cuidar blá blá blá. Isso é normal. Se torna machista o homem que se sente no direito de se achar melhor/maior/etc que o sexo feminino. Muitos machistas consideram errado uma mulher falar palavrão excessivamente, por exemplo, poque isso seria atitude de "macho".

4. "Mulher tem que se dar o respeito", "mulher não pode usar roupa curta demais", "mulher tem que ser delicada", "mulher tem que saber cozinhar", "mulher deve ter filhos", "mulher deve gostar de cuidar da casa", "mulher tem que ser uma santa na rua e uma puta na cama dentro de casa", "mulher não pode gostar de sexo porque é vulgar e coisa de vagabunda", "mulher tem que ter um corpo magro mas com uma carne pra pegar durante a noite"... 

Untitled

Sobre ser a favor da família...

Você á favor da família? Se sim, o que é família para você? De acordo com a Constituição Federal, família é:

Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado. (...) § 3º. Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento. § 4º. Entende-se, também, como entidade familiar a comunidade formada por qualquer dos pais e seus descendentes.


Cresci aprendendo que família é amor. É um ambiente onde o amor une duas pessoas, de livre vontade, para se juntarem e celebrarem o fato de estarem juntos. Conforme você vai crescendo, principalmente se for na sociedade atual, vai aprendendo a enxergar e aceitar as diferentes manifestações do amor entre dois indivíduos. Homem + mulher + filho, homem + homem + filho, mulher + mulher + filho, homem + mulher, mulher + filho... Não importa se estão casados, se adotaram crianças, se são homo ou hétero, o que importa é o amor. E a humanidade, em um mundo tão caótico, deveria receber o amor como um presente, um sentimento maravilhoso que deve ser preservado. Mas não. Com tantos problemas mais urgentes, há aqueles que insistem em ir contra a isso. Insistem em padronizar um sentimento tão puro que deve, ou deveria, ser de livre escolha.

Ao invés de lutar em mesas políticas sobre o quão ruim é para a igreja o casamento de "iguais", essas pessoas deveriam estar lutando pelo meio ambiente, pelas mortes por homofobia ou qualquer outro preconceito, pela democracia e o melhoramento desta, pelas inúmeras causas mais urgentes. Este deveria ser um assunto já dado como certo. Deveria já ser aceito o amor como um sentimento único e maravilhoso. 

Enfim gente, é isso. Queria fazer esse post há um tempo para falar um pouco sobre minhas (repito, minhas, não universais) opiniões sobre esses assuntos que tanto vêm sido discutido ultimamente. Beijo pra todo mundo!

5 comentários:

  1. Adorei o post, sobre as "feministas" que querem ser contra coisas besta como depilação, pelo amor, elas apenas destroem o movimento feminista de verdade. Não sou totalmente feminista, porém concordo com algumas coisas. Sobre o aborto, não é certo a pessoa ir lá transar sem camisinha e depois querer vir abortar. Mas, uma mulher que foi violentada e/ou aconteceu algum acidente de camisinha furada etc. Deveria sim ser legalizado, por que uma mulher que foi estuprada não é obrigada a criar um filho de um homem desgraçado que fez essa maldade com ela.



    www.criatividade-sem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá ♥

    Achei o post super interessante, fala que a mulher é muito mais que roupas, manicure, depilação entre outros. Eu simplesmente odeio machistas se acham superiores e tals.

    Beijos ♥ | Brigadeiro-vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Plum! Tudo bom? Deixa eu te falar... achei super interessante o post, o jeito que você conseguiu retratar o feminismo e o machismo e mostrar como as pessoas, ultimamente, estão se enganando ao achar que sabem falar sobre os movimentos e os termos que envolvem os dois. Muita gente fala "ai, pra mim feminismo é só um bando de puta sem higiêne". Não querido, não é. Nos dias de hoje, só porque está sendo mais "comentado" agora, o pessoal pensa que isso surgiu agora, que é modinha e que logo vai passar. Eu não faço nada para "ajudar" nessa luta do feminismo, mas sou muito a favor e costumo debater bastante sobre isso. Enfim, adorei saber mais e adorei o jeito que você colocou!

    Beijos,
    www.meianoiteequinze.com.br
    www.youtube.com/user/ferzucolotto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, também não faço grande coisa pra ajudar, mas super defendo!

      Excluir
  4. Uma super porrada na cara da sociedade . Sem palavras :v

    m-apenasumcara.blogspot.com

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos. Obrigada e volte sempre! ✌ ♥